Boletim Letras 360º #221

No último dia 31 de maio concluímos uma chamada para receber textos a fim de compor um dossiê sobre a obra de Lima Barreto; foram 18 textos enviados por estudiosos de todo país; desses, cinco serão selecionados e publicados a partir de julho, ponto alto do ano dedicado ao escritor, quando é homenageado durante a Festa Literária Internacional de Paraty. Por falar nisso, o programa do evento foi divulgado nesta semana e está entre os destaques desta edição do Boletim Letras 360º. Enquanto isso, continuam abertas as inscrições para o sorteio de um exemplar com todos os contos de Dostoiévski

Jorge Amado e José Saramago. A estreita amizade dos escritores será lembrada durante a FLIP com a edição das cartas dos dois. Mais detalhes ao longo deste Boletim. 

Segunda-feira, 29/05

>>> Brasil: Uma antologia com a poesia de José Luís Peixoto

Além dos romances, o escritor português também é conhecido pela sua produção do gênero poesia. Pela primeira vez, os leitores brasileiros ganharão a oportunidade de conhecer esta nova face de JLP. A criança em ruínas será apresentada pela Dublinense em julho.

>>> Brasil: Um romance de espionagem brilhante, um thriller político que apresenta um ponto de vista inédito sobre a guerra do Vietnã - este é O simpatizante

O romance deu ao escritor Viet Thanh Nguyen o Pulitzer de 2016. Descrito com um épico de amor e traição, em O simpatizante o leitor acompanha um agente duplo comunista sem nome, que se infiltrou no exército sul-vietnamita e conseguiu se refugiar nos Estados Unidos depois da Queda de Saigon. Pessoa de confiança de um general que se recusa a admitir a derrota para os vietcongues, esse "homem de duas mentes" observa o esforço dos refugiados vietnamitas para sobreviver em uma melancólica Los Angeles enquanto secretamente reporta a seus superiores comunistas no Vietnã. A edição é da Alfaguara Brasil.

>>> Brasil: Companhia das Letras coloca nas livrarias Sexus, de Henry Miller

Há muito fora de catálogo, o livro que integra a coleção de obras ousadas e provocativas ganha uma nova tiragem. Sexus é, em muitos sentidos, autobiográfico, e narra as aventuras sexuais e literárias de Miller em meio à boêmia nova-iorquina dos anos 1920 e 1930. Sua prosa é vigorosa, plena de energia, ao mesmo tempo cínica e inocente, secular e espiritual. O livro, publicado em 1949, é o primeiro volume da trilogia "A crucificação rosada": os outros dois são Plexus, de 1953, e Nexus, de 1959.

Terça-feira, 30/05

>>> Brasil: Mais Lima Barreto nas livrarias

Atentas às homenagens sobre a obra do autor de Triste fim de Policarpo Quaresma durante a Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), editoras brasileiras se mobilizam para re/encontrar espaços a serem preenchidos na bibliografia de/sobre Lima Barreto. Depois de vários anúncios acompanhados pelo Letras, vindos de casas como Editora Carambaia e Companhia das Letras, agora outra novidade: a Autêntica Editora publica Lima Barreto, cronista do Rio. O livro é organizado por Beatriz Resende e tem fotografias do acervo da Biblioteca Nacional. Trata-se de uma análise da faceta mais pública da produção de Lima Barreto, as crônicas, e da mais privada, a literatura da intimidade, mais especificamente o Diário do hospício. Com isso, a pesquisadora resgata uma obra que até então não havia recebido a devida importância e oferece ao leitor a oportunidade de se aprofundar numa narrativa que transita entre três planos: o ficcional, o histórico e o autobiográfico. E por falar em FLIP, eis a programação oficial.  

>>> Uma nova edição com as fábulas mais a tradução do inédito Romance de Esopo

Fábulas é um livro reúne 75 das principais Fábulas de Esopo - figura mítica ou histórica que teria vivido entre os séculos VII e VI a.C. -, acompanhadas do texto grego estabelecido por Émile Chambry. Separadas em dois grupos, "com animais" e "sem animais", as fábulas foram cuidadosamente traduzidas por André Malta, da Universidade de São Paulo, como se fossem pequenos poemas em prosa, procurando fidelidade aos ritmos e à concisão do original. O tradutor também assina uma apresentação em que discute a dimensão histórica e a estrutura das fábulas de Esopo, e como elas se destinavam não às crianças, mas à reflexão e ao deleite dos adultos. A segunda parte do volume traz a primeira tradução direta para o português do chamado "Romance de Esopo" (ou "Vida de Esopo"), a célebre biografia ficcional do fabulista, de autoria anônima, escrita por volta do século II d.C. A tradução foi realizada por Adriane da Silva Duarte, da USP, a partir da versão mais completa do texto grego, descoberta somente no século XX (a "recensão G"). Mesmo sendo uma verdadeira colagem de escritos realizados ao longo de séculos, como comenta a tradutora em sua apresentação, o Romance de Esopo diverte por sua picardia e ilumina aspectos-chave do meio em que circulavam as histórias esópicas na Antiguidade. A edição é da Editora 34.

Quarta-feira, 31/05

>>> Brasil: O último livro escrito por Umberto Eco ganha edição no Brasil pela Editora Record

Crises ideológicas, econômicas e políticas, individualismo desenfreado e uma relação simbiótica com nossos celulares são alguns dos elementos que compõem o ambiente em que vivemos- o de uma sociedade líquida, onde nada parece fazer sentido ou ter sequer algum significado. Neste que é seu derradeiro livro, a fim de tornar mais fácil a compreensão de nossa sociedade desnorteada, Umberto Eco nos presenteia com uma coleção de ensaios sobre tudo - de Harry Potter ao 11 de Setembro, passando pelo Twitter, os templários e questões de caligrafia. Pape Satàn, pape Satàn aleppe, disse Plutão no Inferno de Dante, com espanto, tristeza, ameaça ou talvez ironia. O significado do verso, ainda um mistério para nós, líquido demais, é perfeito, portanto, para caracterizar a confusão de nosso tempo e intitular esta obra.

>>> Brasil: Doris Lessing e os gatos

Foi durante a infância numa fazenda do Zimbábue que Doris Lessing começou a se encantar por gatos – paixão que acompanharia a vencedora do Prêmio Nobel de Literatura de 2007 até a morte e que se tornaria um dos temas de seus escritos de ficção e não ficção. Inédito no Brasil, Sobre gatos será lançado pela Autêntica Editora em julho e reúne três textos dela sobre os animais: "Particularly Cats", "Rufus The Survivor" e "The Old Age of El Magnifico". Era com El Magnifico, aliás, que Lessing melhor se comunicava.

Quinta-feira, 01/06

>>> Inglaterra: Em 2016, o Letras falou sobre a publicação de Beren e Lúthien, de Tolkien; a data de apresentação chegou

Os leitores de língua inglesa recebem a novidade hoje. O conto de Tolkien foi escrito para exorcizar os demônios bélicos; é uma história de amor e superação. Em 1º de jun. de 2017 cumprem-se 100 anos da escrita deste texto. A historia já é relatada em O Silmarillion, o longo e complexo livro tolkiniano que vem a ser como sua bíblia da Terra Média. Mas, a versão agora apresentada - pelas mãos do filho do escritor, Christopher, coloca os leitores próximos à primeira versão da história numa edição que além de tudo compara com as revisões posteriores, uma vez que Tolkien voltou à história inclusive com um poema. A edição é da HarperCollins com ilustrações de Alan Lee, quem já trabalhou com Peter Jackson nos filmes O senhor dos anéis. Beren é um homem mortal e Lúthien uma elfo imortal. O pai dela é contra a relação dos dois e submete Beren a uma missão: só poderiam se casar se conseguirem roubar a joia do mais terrível dos diabos, Melkor, também conhecido como Morgoth.


Faxes de José Saramago a Jorge Amado

>>> Durante a Festa Literária Internacional de Paraty deve ser publicado livro com as correspondências de José Saramago e o amigo Jorge Amado

Durante o evento, uma casa fará menção aos dois importantes nomes da literatura de língua portuguesa. Nela estarão figuras como: Pilar del Río, presidenta da Fundação José Saramago; José Luís Peixoto (que trará um livro inédito com poemas); o filólogo Frederico Lourenço, Prêmio Pessoa 2016, que na ocasião fala sobre o primeiro volume da sua tradução da Bíblia grega e publica Livro aberto: Leituras da Bíblia, pela Oficina Raquel; Djaimilia Pereira de Almeida, que apresenta seu primeiro livro no país, Esse cabelo; e o rapper e ativista angolano Luaty Beirão, de quem a Tinta-da-China Brasil vai editar o seu diário de prisão, Sou eu então mais livre, então. Ele também lançará no Brasil, pela editora Demônio Negro, Kanguei no Maiki. A edição com as cartas entre Saramago e Jorge Amado sairá pela Companhia das Letras.

Sexta-feira, 02/06

>>> Brasil: A Editora Grua continua o trabalho de organização da obra de Nikos Kazantzákis

Depois de Vidas e proezas de Aléxis Zorbás, Última tentação e O capitão Mihális, chega às livrarias a tradução de Silvia Ricardino para "Ascese". Escrito em parágrafos curtos, que muitos estudiosos da obra comparam a versículos bíblicos, este livro é um exercício espiritual. Em carta ao escritor Pandelis Prevelákis, Kazantzákis diz que não se trata de obra de arte literária ou filosófica, mas que constitui certamente o mais dilacerante brado de sua vida, um brado de busca e temor, um grito da alma. De difícil classificação, este poema-ensaio-grito dá-se na forma de um denso monólogo interior, em que o autor trata com elegância e concisão de temas que lhe são caros e que estão presentes em muitos de seus romances. Kazantzákis enxerga o homem como campo de batalha em que alma e corpo, sagrado e profano, finito e infinito, efêmero e permanente estão em constante tensão. Desde o verme cego no fundo do oceano até a arena infinita da Galáxia, apenas um está em combate e se encontra em perigo - o nosso próprio eu. A edição traz prefácio crítico de Silvia Ricardino.

>>> Argentina: Em busca da essência de Jorge Luis Borges

Um dos grandes problemas na relação com obra do escritor argentino é fato de ser um autor mais citado que lido. E uma alternativa oferecida para fazer frente a esse problema foi apresentada pela Real Academia Espanhola (RAE) junto com a Associação de Academias da Língua Espanhola e a editoria Alfaguara. Um livro com o essencial de Borges. Borges essencial é uma antologia difícil de ser criada, mas um desafio lidado por 13 pesquisadores da obra do escritor argentino. O projeto foi coordenado por José Luis Moure, da Academia Argentina. Foram selecionadas duas obras completas: O Aleph e Ficções mais uma boa mostra de sua poesia e ensaios.

.........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+InstagramFlipboard



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cinco livros para conhecer a obra de William Faulkner

Essa estranha instituição chamada literatura: uma conversa com Jacques Derrida

Os melhores diários de escritores

Lolita, amor e perversão

O conto da aia, o pesadelo de ser mulher numa teocracia

Os ventos (e outros contos), de Eudora Welty

O primeiro conto de Ernest Hemingway

Há muitos Faulkner

Kazuo Ishiguro, Prêmio Nobel de Literatura 2017

Boletim Letras 360º #239