Postagens

Mostrando postagens de Outubro 25, 2016

Christopher Marlowe, de rival a coautor com William Shakespeare?

Imagem
William Shakespeare foi puro fogo. Seu nome de batismo lhe serviu de álibi para a identidade de suas conquistas, antes e depois de deixar sua companheira e sua primeira filha, Susana, em Stratford-upon-Avon e empreender uma vida de idas e vindas em Londres. A dupla vertente de um diminutivo – Will – que significa determinação ou vontade em inglês, lhe proporcionou muito jogo criativo. Tratava-se de um superdotado em duplos e triplos sentidos. Tanto como haver declarado amores de todas as vertentes, gostos e tendências em suas obras e sonetos com grande sucesso de vendas e de público.
A homossexualidade masculina na época elizabetana não produzia apenas escândalo. Era castigo, contra a lei dos homens e a ira de Deus emanada dos púlpitos. Mas na sociedade, pelo menos em parte dela, diz Stephen Greenblatt em sua biografia Como Shakespeare se tornou Shakespeare não causava repulsa. Compreendia-se mais a atração de um homem por um homem que por uma mulher, principalmente se fosse o teatro…