Postagens

Mostrando postagens de Outubro 5, 2016

O vento da noite, de Emily Brontë

Imagem
Há um livro que sempre será apresentado como se fosse o único de Emily Brontë e cujas edições e traduções têm crescido consideravelmente desde sua popularização: O morro dos ventos uivantes. Mas, há uma face da escritora que certamente é novidade para muitos leitores e é também uma das melhores da sua obra – a poesia. A nova edição de O vento da noite, livro em que desde o título ecoa traços recorrentes do universo literário da escritora é uma das melhores surpresas.
O livro integra o trabalho de recuperação da obra de outro escritor, Lúcio Cardoso, quem trabalhou durante longo tempo com a tradução de importantes obras da língua inglesa para o português. Isto é, O vento da noite significa muito não apenas para os que desejam contatar com a escrita de Brontë mas também com a escrita do brasileiro – um duplo diálogo favorável à compreensão criativa de um e outro. Há, por exemplo, na escolha de Cardoso pela tradução dessa obra uma série de temas que lhe servem à composição da atmosfera …