Postagens

Mostrando postagens de Julho 18, 2016

O escrito e o sugerido na obra de Katherine Mansfield

Imagem
Por Neiva Dutra


Katherine Mansfield nasceu Kathleen Beauchamp Mansfield, em uma família com vigorosas ambições sociais. Sua mãe era delicada e distante e o pai um homem de negócios astuto e bem sucedido. Seus primeiros anos escolares transcorreram em Karori, um povoado nas colinas, a poucas milhas de Wellington, onde nasceu. Aos onze anos retornou à cidade natal, frequentando um ginásio local e, posteriormente, uma escola particular.
Em 1903 o pai, então diretor do Banco de Nova Zelândia, a enviou para a Inglaterra, para que estudasse em uma instituição dedicada à educação liberal das mulheres, para que Katherine recebesse uma formação metropolitana. Ali estudou música, francês e alemão e começou a escrever esboços e poemas em prosa. Na revista da escola publicou About Pat, sua primeira recriação da infância em Karori, escrito em uma linguagem direta e simples, assim como Die Einsame, impregnada por motivos de fin-de-siècle e com uma elaboração simbolista.
Kathleen Beauchamp voltou a…