Postagens

Mostrando postagens de Junho 9, 2016

Jaroslav Hašek

Imagem
Jaroslav Hašek foi um homem que demonstrou pouca coerência ao longo de sua curta vida. Até 1911, sem haver chegado aos 30 anos, fingiu sua própria morte; quando, recém convertido no escritor mais popular da então Tchecoslováquia, morreu de verdade, em 1923; seus conterrâneos não acreditaram, pensaram que estava fazendo outra de suas piadas. Já havia tentado suicidar-se atirando-se ao rio do alto de uma ponte de Praga e já havia passado uma temporada no manicômio, dado como morto outra vez quando foi para a guerra, tudo de grande proveito para sua literatura, mas nada útil para sua vida de fanfarrão e beberrão.
As aventuras do bom soldado Švejk é sua obra-prima; serviu nas mais diversas variações do tipo "o que se dá para fazer com uma obra literária": de inspiração para filmes, séries para televisão, quadrinhos, óperas, musicais etc. Na Europa central e do leste, o soldado Švejk, o mais idiota e imbecil de seu regimento, é uma personagem célebre como o Dom Quixote, de Miguel…