Postagens

Mostrando postagens de Maio 11, 2016

‘Pawn Sacrifice’: outro olhar sobre a vida e a personalidade do prodígio norte-americano do xadrez

Imagem
Por Maria Vaz


O cinema biográfico nunca é feito de forma linear: há sempre pequenas subtilezas deixadas à sensibilidade de quem assiste. Não poderia ter sido diferente na película que retrata a vida de um dos maiores prodígios norte-americanos do xadrez, Bobby Fischer.
O filme começa na infância de Fischer, em uma festa dada pela mãe de Bobby aos seus amigos comunistas. A mãe de Fischer era uma mulher com vida política activa, bem como todo o envolvente gosto pelos convívios boémios que faziam com que ele se perdesse ensimesmado na solidão. Foi daí, do silêncio e da fuga às confusões sociais que se davam na sua casa, que germinou a paixão de Fischer pelo xadrez: encontrou um tabuleiro perdido no quarto e, rapidamente, começou a jogar sozinho. A partir de então, ganhava todos os jogos que disputava e se, por algum motivo excepcional, perdesse não poderia o jogo ficar por ali, havendo uma revidação de desforra.
A sua mãe, inicialmente, resolveu levá-lo a um psiquiatra para que lhe esta…