Postagens

Mostrando postagens de Abril 14, 2016

Dezesseis conselhos de escrita por Gabriel García Márquez

Imagem
Para Gabriel García Márquez não havia outra maneira de aprender a escrever que não fosse lendo os grandes escritores. O escritor manteve durante toda sua vida o mesmo fascínio pelas pessoas, lugares e situações que à primeira vista pareciam-lhe comuns, mas logo os transformava e mostrava-os que nada é totalmente simples. E essa complexidade do mundo aprendeu lendo: Faulkner, sua grande obsessão, Hemingway, Virginia Woolf, a literatura clássica, com os contos de As mil e uma noites.
Dessas relações, saíram criações sensíveis e profundas marcadas pela exclusão do pedantismo filosófico ou da narração marcada pela simples complexidade da forma. Sua obra cria um mundo à parte do mundo conhecido dos latino-americanos e com ela deu forma a uma das correntes literárias mais importantes do século XX. O homem que dizia encontrar inspiração para o realismo mágico dos contos e lendas contados pela avó quando criança esboçou ao longo de vários textos, cursos e entrevistas alguns pontos que aqui d…