Postagens

Mostrando postagens de Novembro 23, 2015

Walt Whitman, o poeta do futuro, da multidão e da liberdade

Imagem
Por Neiva Dutra


Walt Whitman nasceu em 31 de maio de 1819, em West Hills, Long Island. Foi um autodidata. Aos treze anos, já trabalhava como aprendiz de impressor no Brooklyn e cinco anos mais tarde escrevia para diversos jornais; base que o levou a ser diretor do Long Islander entre 1838 e 1846 e do Brooklin Daily Eagle, a partir de 1846, cargo que abandonou em 1848 por divergências em questões políticas, especialmente o problema da escravidão.
Em 1850 viajou a Nova Orleans, onde trabalhou como construtor durante cinco anos. Um ano depois editou, com seus próprios recursos, o livro Folhas de erva (1855), que se converteu em sua única e essencial obra, plena de liberdade formal, de acentuado lirismo, inclinação liberal e expressividade poderosa. A imprensa atacou-a furiosamente como escandalosa pela forma – versos longos, com termos próprios da linguagem popular e direta – e pelos temas.  Porém, também despertou a admiração de Ralph Waldo Emerson, quem teve a lucidez para compreender a…