Postagens

Mostrando postagens de Novembro 16, 2015

Matar em nome de Deus

Imagem
Por Pilar del Río



Matar em nome de Deus é fazer de Deus um assassino, disse José Saramago. Caluniar, difamar, plantar ódio e incitar rancores em nome de Deus é fazer de Deus um canalha, acrescento com mais modéstia embora com igual firmeza. Assassino, canalha. Não são estes os adjetivos que frequentemente se aplicam a Deus, mas se olharmos mais longe ou inclusive prestarmos atenção ao ruído que nos circunda, são os qualificativos que saltam primeiro porque, em nome de Deus, de qualquer deus inventado pelas culturas ou homens, se perpetraram e se perpetram os piores crimes e as atrocidades mais vergonhosas. Tanto no âmbito do público como na esfera privada, onde a consciência parece não se bastar e necessita recorrer a dogmas para evitar enfrentar a capacidade de decidir e de escolher de acordo com a razão.
In nomine Dei é uma peça de teatro que reflete a irracionalidade que nos habita e na qual habitamos. Saramago, nesta obra, conta um feito real: a matança que com sanha se enfrentaram…