Postagens

Mostrando postagens de Novembro 19, 2014

Julio Cortázar e Isel Rivero: confidências

Imagem
Uma das novidades mais interessantes que tem surgido em torno de Julio Cortázar, sem dúvidas um dos autores mais célebre do chamado Boom Latino-americano, é a extensa correspondência com que manteve durante muitos anos com amizades não tão badaladas, como a tida com Isel Rivero. São escritos que vieram a lume só muito recentemente. E certamente, esta compreende um dos mais ricos tomos da escrita íntima do autor de O jogo da amarelinha.
Osita, Osezna, Oseznita, Iselísima são apelidos ou formas carinhosas com as quais Julio iniciava suas cartas a sua amiga de alma. Cartas em que o escritor argentino se revela como uma pessoa de uma ternura alegre e requintada; repletas de neologismos, jogos de palavras, poemas visuais, desenhos e que nos mostram muitos aspectos inéditos de sua persona. Porque Cortázar, ainda sendo um dos escritores mais estudados pelas universidades de meio mundo, e acostumado à dar cara em todo tipo de atitude que teve por objetivo a condenação das ditaduras do contin…