Postagens

Mostrando postagens de Maio 21, 2014

Shakespeare e a morte em Romeu e Julieta

Imagem
Por Lee Pontes

Em Como e por que ler, o crítico literário Harold Bloom diz: “talvez, a obra de Shakespeare não devesse ter se tornado para nós uma escritura secular, a meu ver, ela é a única rival possível da Bíblia, em força literária”. Tais palavras podem, para o leitor (caso esteja vestido dos valores religiosos cristãos), ser consideradas uma blasfêmia. Ora, colocar um texto como Hamlet ou Rei Lear ao nível da escritura bíblica, é afirmar que a literatura pode se tornar um pilar cultural para além dos muros da nação de seu nascedouro.
Um fato é certo, seja em qualquer nação ou qualquer cultura, ler Shakespeare é fundamental. Não por ser o maior dramaturgo ocidental, mas por seus personagens serem tão grandes, que, não mais pertencendo à vida inglesa, universalizam o homem e seus dilemas. Poderíamos tratar de Hamlet, o mais aclamado texto, ou Rei Lear, o protótipo de Deus-Pai. Entretanto, o drama de Romeu e Julieta talvez seja mais conhecido que Hamlet, pois trata do amor filho de …