Postagens

Mostrando postagens de Março 19, 2013

Philip Roth

Imagem
Desde que o anúncio de sua aposentadoria feito em outubro, mas só ganhado destaque a partir de em novembro de 2012 (comentamos aqui), e já contradita neste ano, quando disse não saber existir sem escrever, Philip Roth, que chega hoje aos 80 anos, ganha destaque na literatura universal e volta a ser cogitado entre os apostadores com um escritor que merece levar o Prêmio Nobel este ano. Volto, duas linhas, por achar que talvez nem seja tanta contradição assim: assumir que parou de escrever pode ser um reconhecimento de que a fonte esgotou, não há mais nada a dizer, e o que resta, este não saber existir sem escrever, não passa de vício de quem levou uma vida nesse universo complexo, o da palavra. Recentemente a revista New York Magazine perguntou a trinta nomes envolvidos com a literatura (personalidades como Salman Rushdie) se o escritor poderia ser considerado o maior romancista estadunidense vivo, ao que 77% respondeu que sim.
No Brasil, as celebrações em torno de Roth se dão em jorn…