Postagens

Mostrando postagens de Junho 4, 2012

O corvo, de James McTeigue

Imagem
O filme não é a primeira adaptação a partir da obra mais conhecida de Edgar Allan Poe; para um poema que já serviu de inspiração para outros filmes, seriados, HQs, música etc. não será, evidentemente, uma releitura mal proposta pelo australiano James McTeigue que irá encardir seu modo de vida no panteão literário. Até porque trazendo o poema para um espaço de comercialização, ele passa a ter uma aceitabilidade além daquilo que nem o próprio Poe, por mais que previsse um sucesso futuro, iria imaginar. Não é que O corvo - o poema - irá bater recordes de vendagem, mas ele irá, cada vez, transfirgurando-se em imaginário mítico mesmo na cabeça daqueles que esbarrarem com o filme sem quaisquer ideia de que Poe existiu de verdade e que escreveu um poema com esse  nome.
Quando estive vendo o filme procurei a todo tempo qual o sentido de o nome do poema lhe servir de título. Confesso: minha capacidade mental é mesmo muito limitada para alguns casos, porque não encontrei. Fora alguns momentos …