Postagens

Mostrando postagens de Abril 27, 2012

Ler a Odisseia (parte III)

Imagem
Comumente nos referimos ao ato de viajar como um processo de fuga do lugar comum e de renovação do tempo - "Viajar é preciso senão a rotina te cansa", dirá a música. A experiência da viagem traz implícita ainda o exílio, o desejo pelo desconhecido, pelo crescimento espiritual, em busca de novas vivências e experiências. Se pensarmos mais entenderemos que a nossa própria vida é uma viagem terrena que dura o tempo que vivemos - "Para viajar basta existir", dirá o poeta. Também está associada ao movimento psíquico que empreendemos à volta de nós mesmos numa busca seja do autoconhecimento, seja por uma resposta para uma determinada questão. "É viagem o que está à vista e o que se esconde, é o viagem o que se toca e o que se adivinha" - dirá José Saramago. E em qualquer uma delas traçamos determinadas metas de perto ou longo alcance que devemos, no seu intercurso, alcançá-las; no fim de quaisquer uma fazemos sempre um retorno no qual avaliamos nossa empreitad…