Postagens

Mostrando postagens de Março 27, 2012

O fantasma do facilitismo

Imagem
Por Pedro Fernandes


Num texto escrito pelo professor Marcos Bagno, o conhecido autor dos estudantes de Letras por obras como Preconceito linguístico e a novela A língua de Eulália, sobre a atual situação dos cursos de Letras atualmente, ele denomina de catástrofe o nível dos alunos formandos e formados. Reitero. Não é de hoje que venho percebendo isso e nem sou o único que reconhece o problema. Apenas o fato de ter sido dito por que foi, alguém do porte do professor da UnB, é que reforça a visão que é já corriqueira entre os professores de graduação em Letras. 
A primeira vez que assumi uma sala de aula no Ensino Superior foi no estágio para o Mestrado. Na época eu era bolsista CAPES e logo, quando do andamento das aulas notei a deficiência ou o esforço hercúleo que alguns alunos têm de fazer para conseguir imaginar aquilo que está sendo dito por quem está conduzindo a discussão, no caso aqui, o professor. 
A fala de Bagno traduz ipsis literis o que se passa no espaço das Licenciaturas e…