Postagens

Mostrando postagens de Outubro 4, 2011

João Almino

Imagem
Não é tanto de praxe hoje, mas houve um tempo em que, para tornar-se escritor reconhecido, obrigatoriamente, o sujeito deveria largar sua terra de origem e descambar para o eixo Rio de Janeiro-São Paulo à cata de um lugar ao sol. Todo escritor era então desgarrado da sua terra. É verdade também que as razões para esse virar costas para a terra de origem são resquícios de um modo brasileiro e sobretudo potiguar – porque é ao estado do Rio Grande do Norte o lugar de imigração que eu estou aqui tomando em questão.

Conheço muito pouco de João Almino para dizer se ele foi um desses obrigados a desgarra-se para construir sua carreira literária. Pode ter sido, mas também sabemos, pelas recolhas bibliográficas que circulam na internet que escritor natural de Mossoró fez uma carreira promissora e à parte da carreira literária também toda ela fora de sua terra natal. Também não quero aqui dizer que todo escritor tenha de ser vegetal, nascer, criar, procriar e morrer na terra de nascença. Hoje, m…