Postagens

Mostrando postagens de Setembro 2, 2010

Salt, de Philip Noyce

Imagem
Por Pedro Fernandes



Uma volta aos maus da história americana. Parece que os inimigos reais americanos não fazem  tanto sucesso assim e Hollywood volta aos vilões russos. O cenário é o de uma Guerra Fria à beira do estopim. Salt é o filme policial que consegue a força de muita ação e de um enredo interessante para o gênero, prender o fôlego do telespectador do início ao fim do filme. Na tela figura a ideia superficial ainda de uma bomba-relógio de programação retardada; últimos e raros exemplares de uma extinta KGB estão infiltrados na CIA, ocupam cargos de alta fiança, todos à espera do Dia X, o dia em que um curto grupo reativa as fagulhas do passado soviético ao império americano.  Se no cenário atual Rússia e Estados Unidos vivem uma aparente lua de mel, para esse grupo aquele ódio do século passado permanece em estado lívido ao ponto de condensar-se. Nessa ideia superficial voltamos a nos assustar com a ideia da fragilidade humana que nos assustou em momentos como os do fim da Seg…