quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Palavras de pedra e cal




Em comemoração aos dois anos do blog Letras in.verso e re.verso terá lugar neste espaço daqui a dois dias, ou seja, em 18 de dezembro de 2009, o lançamento virtual do livreto Palavras de pedra e cal. O horário marcado é 19h, quando os leitores e transeuntes virtuais desse espaço terão à sua disponibilidade para baixar e ler online o material.

A edição reúne todos os poemas já publicados no blog na coluna Apenas meus poemas. Trata-se de uma antologia bastante heterogênea, composta do que posso chamar de amostra de meu iniciante exercício poético. A publicação é mais uma alternativa de o autor poder ver juntos os poemas dispersos, sejam noutros sites, seja neste blog, seja em jornais ou edições avulsas.

Para ter acesso a parte dos poemas que integram a antologia visite aqui.

Para divulgação sobre esse acontecimento, foi criado o blog Palavras de pedra e cal que tem por objetivo divulgar e servir ao lançamento do dia 18. É interesse que futuramente o espaço também possa abrigar os poemas em edição individual para download em PDF. Também conto com a divulgação nos portais Overmundo e Portal Literal, onde tenho preservada uma conta para divulgação de iniciativas dessa natureza.

Para acessar o blog, clica aqui.

Uma das novidades no blog indicado é um conjunto de imagens que podem servir como papel para a tela do computador. São três imagens desenhadas feitas pelo próprio autor do livreto que visa servir de divulgação do livreto.

"Seus textos tem vida própria e muito fôlego. Tem alma e história" 

Depoimentos como este, enviado da grande figura que é professor Gilton Sampaio, atual Diretor do Campus Professora Maria Elisa de Albuquerque Maia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte estão reunidos numa seção do blog chamada "Palavras do leitor"; todos as mensagens com algum teor crítico sobre o livreto serão publicadas neste espaço.

Da rede Youtube para o blog Palavras de pedra e cal o autor edita ainda alguns vídeos com amostra poética do livreto; um dos destaques é o filme Receita de um poeta reúne algumas das imagens feitas para a confecção dos papéis de parede. Claro, tudo aventura de quem tem um breve domínio sobre essas mídias e tem nelas o interesse de espalhar poesia.