Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 9, 2009

O centenário de Carmem Miranda

Imagem
Hoje Carmem Miranda faz 100 anos. Nascida em 1909 em Marco de Canaveses, Portugal, a cantora e atriz marcou uma época da música e do cinema nacional. Iniciou sua carreira artística ainda na década de 1930. Sagrou-se fora do país, onde que escolheu para viver. Foi, sem dúvidas, o ícone de uma nova era que se formava para o mercado artístico. Teve, como algumas estrelas contemporâneas, uma meteórica subida rumo à fama e à riqueza. Também não foi diferente seu destino dos muitos destinos da fama. O sucesso estrondoso que obteve em menos de dois anos que levou a atriz ao patamar de estrela mais bem paga de Hollywood deixou-lhe, certamente, profundas sequelas na vida pessoal, seja pela imagem caricata sua - do tradicional turbante de bananas na cabeça, como ficou conhecida dentro e fora do Brasil -, seja pelo vício das drogas. A imagem de Carmem foi crucial e importante para a projeção da cultura brasileira. Ainda que uma cultura caricata como a das bananas na cabeça. Mas a projeção do sa…

Antônio Francisco

Imagem
Deus é sol, sal e farinha

O sol cochilava no meio do céu, Jogando seus raios na cara do chão. A gaita estridente de uma cigarra Tocava sem graça a triste canção Daqueles que vivem nos braços da secas Tirando da fé um pouco de pão.
Enquanto os soluços do vento da seca Passavam tocando seu sax tenor, De uma cabana coberta de palha Subiam os gemidos de um armador Debaixo dos gritos de uma mulher, Tingidos de mágoas, medo e rancor.
“José, oh, José, onde é que tu ta? Responda, infeliz, acabou-se o feijão! Se o menino acorda pedindo comida? Só resta farinha e sal no caixão. Maldita hora, José, que te vi. Que vida, meu Deus, que vida de cão!”
E lá no aceiro do fim do quintal, Sentado na sombra de um marizeiro, Um homem responde: “Maria, Maria, Estou concertando o seu galinheiro. Pra que tanta guerra? Pra que tanta grito? Acredite, Maria, no Deus verdadeiro!”
E de novo a mulher atira a voz: “José, oh, José o que foi que te deu? Concertar galinheiro? Pra que galinheiro, Se a última galinha a r…