Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 12, 2009

A jangada de pedra, de George Sluizer

Imagem
Por Pedro Fernandes


Foi só depois de saber da adaptação de Ensaio sobre a cegueira para o cinema para ter conhecimento de que, muito antes, alguém também havia se aventurado no exercício de transpor para a sétima arte uma obra do José Saramago. Não lembro agora onde li, mas li que o escritor português sempre se questionou, com certa curiosidade certamente, sobre como seria ver na tela uma personagem que nem ele próprio, seu criador, tinha uma visão bem-acabada. De fato, não é o caso de A jangada de pedra que, como leitor, consigo ter uma imagem mais ou menos elaborada das figuras engendradas pelo romance, mas a partir do romance de 1995, sim, o que sobressai na tessitura da narração, são vultos, expressões.
Se por um lado isso até facilita a visualização do criador cinematográfico porque tem a liberdade de moldar a personagem à maneira do que capta do romance e, talvez, nunca lhe pese a acusação (fajuta, diga-se) de que a personagem no cinema não se parece com a da narrativa, por outr…