Postagens

Mostrando postagens de Agosto 12, 2008

Livro de poemas e outras poesias de Jorge Fernandes

Imagem
Por Veríssimo de Melo



Os homens só serão julgados verdadeiramente dentro da época e do meio em que viveram. O que hoje não tem mais sentido – com as mudanças que ocorreram nestes últimos quarenta anos – já foi no passado, a marca do espírito mais refinado e progressista, a elegância por excelência, o supra-sumo da inteligência e graças literárias. Certo que alguns valores são imutáveis, atravessando os anos e os séculos. Muitos outros, porém, se desgastam, empalidecem e morrem.
Os espíritos privilegiados são aqueles que, embora tendo sofrido as influências do tempo em que viveram, se sobrepuseram aos seus conterrâneos e avançaram pelos anos seguintes, conservando permanente atualidade em sua mensagem.

Jorge Fernandes – um dos precursores do movimento modernista no Brasil – há de ser julgado, também para ser compreendido e valorizado, dentro dos mesmos critérios.
Na sua época – décadas de vinte e trinta, principalmente –, Jorge surge na literatura norte-rio-grandense como um pioneiro, um…