Postagens

Mostrando postagens de Abril 15, 2008

Rastros de Ódio, John Ford

Imagem
A tragédia do homem branco no oeste selvagem norte-americano é traduzida em imagens memoráveis do emblemático Ethan feito por John Wayne

O cineasta Jean-Luc Godard, antes de rodar sua obra-prima Acossado, em 1959, chorou no cinema. Ele assistia a Rastros de ódio, de John Ford. E foi a atuação de John Wayne que havia emocionado aquele jovem redator da revista francesa Cahiers du Cinèma. Assim como vários outros críticos de cinema do mundo, que nos anos seguintes elegeriam este cimo um dos maiores faroestes já feitos.
Rastros de ódio mostra a desgraça de Ethan Edwards (Wayne), sulista que retorna da Guerra da Sucessão, destroçado, e tem, dias depois, sua família dizimada por uma tribo comanche, incluindo sua cunhada, Martha, que é o grande amor de sua vida. Sobra Debbie, a sobrinha raptada pelos índios. O solitário caubói irá atrás dos assassinos a fim de fazer justiça e resgatar a menina. A caçada ao chefe Cicatriz e sua tribo dura anos e nela ficam apenas Ethan e o mestiço Martin (Jeff…