Postagens

Mostrando postagens de Abril 3, 2008

Dez razões para amar "Jane Eyre", de Charlotte Brontë

Imagem
Jane Eyre é um livro bastante subestimado. Sim, ele está aí nessa categoria, todos sabemos, mas também não por isso que podemos deixá-lo fora das nossas listas de leitura. Ainda mais porque, essa constatação sempre veio vestida de alguma ressalva; isto é, ainda que se diga que é um livro prescindível, sentimental e um pouco passado de moda, há quem afirma que esta é uma fama colhida pelo efeito depreciativo para com a escrita feminina. E não é só por isso; todos aqueles que leem a obra descobre nela um pequeno tesouro. Mas, há mais; por isso estas dez razoes para lê-lo:
1. Jane Eyre é agradável A personagem de Jane Eyre tem um carisma singular e podemos dizer que é uma das poucas personagens femininas do século XIX que alguém pode respeitar quando sua força cativante. Se você já está farto de mulheres insatisfeitas, frívolas, frágeis ou em busca (exclusivamente) de um amor ou de dinheiro, Jane Eyre pode ser uma saída: porque ela sabe o que quer e vive de acordo com o que lhe convenient…

A regra do jogo, de Jean Renoir

Imagem
“Drama alegre” traz a modernização no modo de narrar e influencia a geração que criou a nouvelle


Com tal sobrenome de peso (ele era filho do pintor impressionista Pierre-Auguste Renoir), Jean Renoir não teria passado despercebido pela história do cinema. Além disso, como o pai, ele trouxe para os filmes um frescor de imagens e de expressão, uma abordagem encantadora da natureza e despudorada do comportamento humano.
Na época, Renoir definiu seu trabalho como um “drama alegre”. A trama se concentra numa festa num castelo, onde os nobres se divertem num andar, e a criadagem se ocupa nos afazeres em torno da cozinha, no subsolo. Entre os integrantes desses grupos circula uma versão maliciosa de cupido, que promove seduções, traições e recombinações de pares. Uma cena de caça a coelhos funciona como anúncio de tragédia iminente e como prenúncio de uma crise da civilização (pouco depois explodiria a Segunda Guerra Mundial na Europa).
O que torna A regra do jogo tão importante do ponto vist…